Ato dia 11/05 foi acompanhado por forte contingente policial
Fórum das Seis indica greve nas três universidades e convoca ato público
para 18/5, dia de nova negociação!

A reunião de terça-feira, 11/5, entre Fórum das Seis e Cruesp, deveria ser a primeira negociação da data-base 2010, mas não pode ser classificada desta forma. Os reitores simplesmente anunciaram um reajuste de 6,57% (5,07% de inflação medida pela FIPE + 1,5% de correção), sem a extensão dos 6% aos funcionários técnicoadministrativos, procurando deixar claro que esta seria sua proposta definitiva.

As entidades que compõem o Fórum das Seis argumentaram que é inaceitável que funcionários e docentes recebam reajustes diferenciados na data-base. Mostraram, também, que os reitores estão usando, mais uma vez, a tática de subestimar as previsões de arrecadação do ICMS como forma de convencer a comunidade da insuficiência de recursos.

Durante toda a reunião, o CRUESP mostrou-se intransigente e arrogante, especialmente nas falas de seu atual presidente, o reitor da Unicamp Fernando Ferreira Costa, na constrangedora passividade do reitor da Unesp Herman Voorwald, e no silêncio ensurdecedor do reitor da USP João Grandino Rodas.

Por solicitação do Fórum, foi agendada nova negociação para o dia 18 de maio, terça-feira, às 14 horas.

Esta primeira reunião foi acompanhada por um ato público com cerca de 800 pessoas, vindas das três universidades e do Centro Paula Souza, da capital e do interior. O ato inaugurou a “nova” sede do Cruesp, no majestoso edifício “Itapeva One”, endereço comercial na rua Itapeva, nº 26, área nobre de São Paulo.

Os indicativos do Fórum

Em reunião realizada na noite de 11/5, o Fórum das Seis avaliou o resultado da “negociação” com o Cruesp e considerou provocativo o reajuste de 6,57%, sem a extensão dos 6% aos funcionários. O Fórum orienta a categoria a realizar assembleias até sexta-feira, 15/5, para deliberar sobre o indicativo de greve nas três universidades.

Novo ato público está convocado para 18 de maio, a partir das 13 horas, para acompanhar a negociação.

O Fórum reúne-se novamente na sexta, 15/5, às 12 horas, na sede da Adunesp/Sintunesp, em São Paulo.

Anúncios