PARALISAÇÃO E ATO NO PORTÃO DA USP AMANHÃ, 30/3 Os funcionários da USP, indignados com a quebra da isonomia salarial entre funcionários e docentes das 3 universidades estaduais paulistas (USP, Unesp e Unicamp) decidiram paralisar o trabalho amanhã, 30, fazer uma concentração às 10 horas no Prédio da História e passeata até o portão principal da USP rumo à greve por tempo indeterminado (decisão aprovada por unanimidade em Assembleia). A quebra da isonomia se deu quando o Cruesp (Conselho de Reitores das 3 universidades estaduais paulistas) concedeu um reajuste de 6% aos professores da USP, Unesp e Unicamp (antes da data-base). Relembramos, que nos últimos anos, o Cruesp se negou seguidamente a atender nossas reivindicações, sempre remetendo à necessidade de preservar a isonomia nas universidades. Esperamos que não se repitam os atos de violência policial ocorridos no ano passado, quando fizemos um ato no portão principal.

Sintusp (Sindicato dos Trabalhadores da USP)

Anúncios