Ignorando a comunidade, USP entra no programa UNIVESP.

Por Chico Cabral

Nesta terça-feira (23/03) o governador do estado José Serra(PSDB) formalizou a participação da USP no programa UNIVESP. A universidade pretende abrir muito em breve processo seletivo para as 360 vagas na licenciatura em ciências.

A UNIVESP é um projeto da secretária de educação em parceria com as universidades públicas do estado que visa oferecer cursos através do Ensino a Distância. Durante o ano passado (2009) o projeto foi amplamente criticado na universidade e foi uma das pautas essenciais da greve que ocorreu no ano, o que ocasionou a suspensão da participação da USP no programa. Vale lembrar que o programa foi criticado inclusive por parte dos pesquisadores que já desenvolviam pesquisas em EaD na USP, como o prof. Bayardo (IQ) que no ano de 2009, apesar de defensor do ensino a distância, colocou uma série de críticas a forma como o programa estava sendo implementado na universidade.

Mais uma vez Serra e a reitoria ignoram as posições da comunidade universitária e, sem qualquer debate democrático, implementam de forma vergonhosa o programa do dia para a noite. O atual reitor 4Rodas afirmou ao jornal o Estado de São Paulo que “A implantação desse curso é uma experiência piloto“. Infelizmente mais uma vez os professores e o ensino público serão as cobaias da nova idéia mirabolante do governo, reafirmando o descaso do tucanato com a educação pública de qualidade.

Apesar do amplo questionamento dos estudantes sobre o programa e das diversas resoluções em assembléia contra a implementação do programa, o DCE (Diretório Central do Estudantes – Alexandre Vanucchi leme) sob a gestão “transformar o tédio em melodia” não colocou-se contrário à aprovação e tampouco fez uma ampla publicidade da autoritária decisão, apenas exigiu da reitoria a formação de uma comissão paritária de acompanhamento.

Reafirmamos nossa posição contrária à implementação do programa, pois defendemos uma formação de qualidade, sobretudo para os professores da Rede pública, com aulas presenciais e professores qualificados.

Para saber mais do programa acesse o texto publicado anteriormente neste blog sobre o posicionamento dos estudantes em relação à UNIVESP: A UNIVESP mira 2010, não a educação.

Anúncios