Pauta de reivindicações dos moradores do Crusp

Por Demian Alves Lima

Devido às condições ultrajantes em que vivem os moradores do Crusp (Conjunto residencial da USP), demorou para que tomassem uma atitude mais enfática contra toda sorte de abandono a que são relegados. Assim, ontem à noite a Coseas, órgão responsável pela administração do Crusp, foi ocupada por moradores do Conjunto Residencial da USP.

O que não demorou foi chamarem a polícia. Poucos minutos depois da ocupação, lá estava a PM. No entanto, esta não fez nada. Muito a contragosto, é provável que o reitor biônico João Grandino Rodas, esteja preferindo outras vias que a ação da Polícia. Não fosse 2010 ano de eleições, também é provável que a esta altura a polícia já teria desocupado a Coseas. Afinal, o passado de Rodas indica que essa é sua via preferencial de “diálogo”. Mas, como Serra não quer ouvir falar em USP neste ano, e Rodas tem que fazer valer a vontade de seu chefe (ou alguém dúvida que os reitores das públicas paulistas não passam de prepostos do Governo do Estado?), por ora algo de diferente será tentado para solucionar o conflito.

Quem quiser comprar o slogan de “Rodas, o pacificador”, que compre. Este ano ele entrega o produto, mas quando chegar 2011, hummm…

Abaixo deixo a pauta de reivindicações dos estudantes que ocupam a Coseas.

Demian Alves Lima

Pauta de Reivindicações

  • Diante da falta de vagas na moradia que deixou neste ano de 2010 mais de cem inscritos para alojamento emergencial sem um teto e sem condições materiais p/estudar;
  • Diante do atraso da reitoria na conclusão da obra do novo bloco da moradia que, segundo acordo, deveria estar pronto no início de 2009;
  • Diante das expulsões arbitrárias (despejo) de estudantes moradores do CRUSP sem aviso prévio, sem direito de defesa e durante a madrugada, chegando ao ponto de barrar o acesso dos despejados a qualquer um dos blocos da moradia;
  • Diante do fim do Programa Bolsa Trabalho, que deixou muitos estudantes de baixa renda sem condições de concluir seus cursos sem apoio financeiro;
  • Diante das irregularidades constatadas no processo de “seleção sócio-econômica” , realizadas pela Coordenadoria de Assistência Social da USP p/ concessão de bolsas;
  • Diante da tentativa de privatização do espaço da moradia cedido pela USP ao banco Santander sem consentimento dos estudantes e moradores do CRUSP;
  • Diante das péssimas condições a que são submetidos os trabalhadores dos restaurantes universitários administrados pela Coordenadoria de Assistência Social da USP e, principalmente dos restaurantes terceirizados por meio deste orgão e da reitoria desta universidade;
  • Considerando que a Coseas tem demonstrado por meio de suas políticas e provado, por meio de documentos (guardados a sete chaves), estar a serviço da vigilância e violência contra os moradores, por meio da elaboração de relatórios invasivos sobre a vida particular (práticas tipicas da ditadura militar);
  • Considerando, ainda, que a função de promover políticas de permanência estudantil não tem sido cumprida pela COSEAS, ao contrário, este órgão, a serviço da reitoria da USP, tem trabalhado sempre no sentido de dificultar o acesso do estudante aos programas de permanência;
  • Considerando que permanência estudantil e um direito!;

Nós, estudantes, moradores do CRUSP e candidatos sem vaga na moradia, resolvemos ocupar o espaço do térreo do bloco G, que originalmente era nosso mas estava sendo utilizado pela Coordenadoria de Assistência Social. Retomamos o espaço, queremos:

  1. MAIS VAGAS NA MORADIA!
  2. TRANSPARÊNCIA NOS PROCESSOS SELETIVOS PARA OS PROGRAMAS DE PERMANÊNCIA!
  3. CONTRATAÇÃO DE MAIS FUNCIONÁRIOS E MELHORIA NAS CONDIÇÕES DESUMANAS DE TRABALHO E ATENDIMENTO NOS RESTAURANTES!
  4. FIM DAS EXPULSÕES ARBITRÁRIAS DE ESTUDANTES DA MORADIA!
  5. FIM DO SERVIÇO DE VIGILÂNCIA E DA PRÁTICA DE VIOLÊNCIA IRREGULAR DA COORDENADORIA DE ASSISTÊNCIA SOCIAL!
  6. AUTONOMIA DOS ESTUDANTES NO ESPAÇO DA MORADIA E NOS PROCESSOS SELETIVOS PARA OS PROGRAMAS DE PERMANÊNCIA!
  7. CONCLUSÃO DAS OBRAS DO NOVO BLOCO DA MORADIA!
Anúncios