Coseas ocupado pelos moradores do Crusp

Na USP o Coseas está ocupado pelos moradores do Crusp, desde a noite de ontem. Abaixo publicamos carta de morador relatando o fato, além de informações breves sobre as motivações.

É um bom momento para saber o que fará o “Pacificador”.

Os moradores do Crusp, em Assembleia realizada no final da noite desta quarta-feira, em função de a Coseas (Coordenadoria do Serviço de Assistência Social da USP) ter encerrado unilateralmente as negociações com a Amorcrusp (Associação dos Moradores do Crusp) que estavam em andamento, DECIDIU:

Ocupar imediatamente a Coseas!

Até que sejam atendidas as demandas abaixo, mas ESPECIALMENTE:
1) Que todos os ingressantes que precisem e solicitaram moradia no Crusp, tenham esse direito assegurado;
2) O fim do serviço interno de informação que monitora a vida, o comportamento e, inclusive, as atividades políticas dos moradores*

*(São elaborados, pelos porteiros e agentes de segurança, relatórios internos de informação – e restritos ao uso interno da diretoria da Coseas – que colhem e registram informações tais como: pautas e falas de assembleias dos moradores, com identificação do nome e número do apt de alguns dos oradores, registro de horários de início e fim de festas nos apartamentos e cozinhas do Crusp, mesmo quando não há reclamações de outros moradores, anotações de horários de entrada e saída de moradores acompanhados de amigos, etc., etc., etc…. Vazou um documento da Coseas onde estão discriminadas as diretrizes de “segurança” e “limpeza” do Crusp… Esse documento é uma bomba contra a administração da Coseas.)

DIVULGUEM E VENHAM REFORÇAR A OCUPAÇÃO

Anúncios