Assembléia da Apeoesp em jan/2010

Professores da rede pública de ensino de São Paulo podem entrar em greve

Os professores do Estado de São Paulo têm uma assembléia marcada para esta sexta feira, dia 5 de março, às 15h na Praça da República, ao que tudo indica poderão sair de lá em greve.

Destarte todo o contensioso entre professorado e Governo do Estado, um novo ingrediente está em discussão. O Projeto de Lei nº 08, de autoria do governador José Serra,  busca dividir em duas parcelas a GAM (Gratificação por Atividade do Magistério) e acabar com a mesma em março de 2012. Vale dizer, que o projeto do governador tucano vai contra própria Justiça do Trabalho, que em diversos casos decidiu a favor da incorporação da gratificação, em uma única parcela.

As gratificações têm sido uma forma usado pelo governo para não conceder aumentos e, principalmente, não estender benefícios aos aposentados. Os professores de São Paulo, apesar de ser o estado mais rico da Federação, recebem um dos piores salários de todo o Brasil, pouco menos de 7 reais por aula.

E ainda, o Governo do Estado se recusa a discutir com o Sindicato um novo reajuste salarial.

Para maiores informações: http://apeoespsub.org.br/fax_urgente_2009/frame09.html

Anúncios