Ato de protesto convocado por funcionários e estudantes contra o processo eleitoral para escolha do novo reitor da USP, realizado hoje, conseguiu boicotar a primeira rodada das eleições.

Aproximadamente 500 pessoas colocaram-se diante das entradas do prédio da Reitoria, com carro de som, discursos, música, batuque, teatro, paródias etc., forçaram a Reitoria a adiar a votação, deixando-a agendada para amanhã, porém sem local definido. Assim, estudantes e funcionários conseguiram adiar a vergonha que é processo eleitoral uspiano por um dia.

Seja onde for o local que a Reitoria marcar a votação, a luta por democracia na universidade e boicote das eleições continua.

Anúncios