Marcha_MST_SPaulo

por Carlos

A voz feminina e forte que saía das caixas de som ecoava pelos arredores da rodovia Anhanguera na manhã de hoje, quando os mais de 1500 participantes da Marcha Estadual organizada pelo MST entrou na cidade de São Paulo.

Para quem nunca participou de uma marcha como esta, poder caminhar como mais um nas fileiras por pouco mais de uma hora serviu como muitas tantas de aprendizado. Para os que moram às margens da rodovia nas proximidades do rio Tietê, centenas de carros parados são freqüentes no caminho.

Desta vez, por volta das 7h30 da manhã, o tom cinza e esfumaçado foi mesclado com o vermelho das bandeiras e roupas de animados jovens e idosos, que não se intimidaram diante do caótico trânsito paulistano, entoando palavras fortes que denunciam as facetas da desigualdade tão cotidiana quanto os engarrafamentos da metrópole.

Após atravessarem a ponte Atílio Fontana, marchantes rumaram pelo bairro da Lapa, em direção ao Estádio do Pacaembu, onde estão acampados hoje.

“Crescemos somente na ousadia”

A frase acima, de Mario Benedetti, abre o chamado. No dia 6, quinta-feira passada, foi iniciada em Campinas a Marcha do MST-SP que integra a campanha de “Mobilização Nacional contra a Crise”.  Passando por Vinhedo, Jundiaí, Jordanésia e Osasco, o trecho final culmina na capital do estado, onde estão programados quatro dias de atividades.

Veja vídeo feito durante a Marcha em http://passapalavra.info/?p=9870

A carta aberta com os porquês da Marcha você encontra no endereço https://universidadeparaquem.wordpress.com/2009/08/06/inicia-hoje-a-marcha-contra-a-crise/#more-840

Para saber mais sobre a Marcha, acompanhe a cobertura do Passa Palavra (http://passapalavra.info) e pelo site do MST (http://www.mst.org.br).

Anúncios