A 7ª Vara da Fazendo Pública concedeu medida liminar, atendendo ao Mandado de Segurança Coletivo impetrado pela Adusp (Associação dos Docentes da USP), suspendendo “os efeitos da decisão aprovada pelo Conselho Universitário da USP em 04.03.2009”. Como cabe recurso, por enquanto está invalidado o referido CO, que havia deliberado sobre a mudança na carreira docente numa reunião flagrantemente irregular. Antes de impetrar o Mandado de Segurança a Adusp havia tentando repor o respeito ao regimento interno do Conselho Universitário através de recurso administrativo. Este não foi aceito pela Reitoria (clique aqui para ler sobre este desmando de Suely Vilela), assim, não restou aos docentes outra opção exceto recorrer à justiça.

O mandado que recebeu decisão favorável é apenas um num total de 16 que foram impetrados. Portanto, ainda que a Reitoria recorra da decisão atual, haverá julgamento do mérito desta ação e das outras 15.

Para mais informações, clique aqui e entre no site da Adusp.

Anúncios